quarta-feira, 23 de julho de 2014

Sempre guardamos alguém na memória, alguém que está na frase, na palavra, nas reticências ou no ponto final. Todos temos uma vírgula mal colocada, capaz de roubar sentido à história. Faz parte da vida ter esse alguém. E o alguém que nos invade constantemente a memória é o verdadeiro sinal de pontuação. Estou aqui! - exclama ela. Porque perduras? A minha eterna interrogação.

Sem comentários:

Enviar um comentário