sexta-feira, 25 de abril de 2014

25 de Abril - eu só queria a liberdade

Escrever quando quero
amar quando desejo
exigir o que não tenho
viver do cravo e do beijo

Em cada nova aventura
os maus saem de cena,
resta recordar com ternura
a Grândola Vila Morena

E no fim da tempestade
o ancorar em porto seguro,
não importa a idade
deste país cego, surdo e mudo.

Eu só queria a liberdade...

4 comentários:

  1. Lindo poema...Tiago adorei. Sam

    ResponderEliminar
  2. Olá Tiago! Você visitou o meu blog, e retribuo!
    Amei o poema, lindo mesmo. Já vi que vou te visitar sempre, e espero que você também volte ao meu!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Juliana! Agradeço a sua visita, será sempre bem vinda!
      Claro que passarei pelo seu Blogue!
      Beijinhos!

      Eliminar